Total bate projeções de lucro e diz que cortes de custo devem superar metas

quarta-feira, 29 de julho de 2015 13:26 BRT
 

PARIS (Reuters) - A petroleira francesa Total teve lucro acima do esperado no segundo trimestre, segundo dados divulgados nesta quarta-feira, impulsionado por margens maiores com refino na Europa e cortes de custos acelerados em ajuste a um cenário de preços baixos de petróleo.

A segunda maior petroleira da Europa teve lucro líquido ajustado de 3,085 bilhões de dólares, superando estimativas de analistas de 2,61 bilhões de dólares e marcando uma queda de apenas de 2 por cento ante o ano passado, sendo que desde então os preços do petróleo despencaram 44 por cento.

Analistas elogiaram a decisão da Total de começar a cortar custos antecipadamente para suportar o cenário de preços menores de petróleo, além do foco da empresa em metas claras.

"Qualquer que seja o preço do petróleo, a Total visa gerar 8 bilhões de dólares de fluxo de caixa orgânico até 2017, uma abordagem bem-vinda e pragmática na nossa visão", disse o analista da Raymond James Bertrand Hodee em nota. "O grupo está concentrado no que pode controlar."

A Total disse que espera ultrapassar sua meta de redução de custos de 1,2 bilhão de dólares neste ano, um objetivo maior que os 800 milhões de dólares anteriores.

A companhia confirmou que visa cortar os investimentos para entre 23 bilhões e 24 bilhões de dólares neste ano, ante 26,4 bilhões em 2014.

(Por Michel Rose)