Bombardier tem queda no lucro trimestral e adia entrada em serviço de novo jato

quinta-feira, 30 de julho de 2015 09:32 BRT
 

(Reuters) - A fabricante canadense de aviões e trens Bombardier teve queda de 19,4 por cento no lucro trimestral e adiou a entrada em operação do novo jato executivo Global 7000 para o segundo semestre de 2018, em vez de 2016.

A divisão de jatos da Bombardier é uma fonte chave de fluxo de caixa para a companhia, que está investindo pesado no desenvolvimento do jato CSeries.

Encomendas líquidas de aeronaves executivas caíram para 8 unidades durante o segundo trimestre, de 30 um ano antes, enquanto os pedidos de aeronaves comerciais caíram de 18 para 3 unidades, disse a companhia.

O lucro líquido da empresa caiu para 125 milhões de dólares, ou 0,06 dólar por ação, no segundo trimestre, de 155 milhões, ou 0,08 dólar por ação, um ano antes. A receita caiu 5,5 por cento a 4,62 bilhões de dólares.