Vale vê produção de minério maior em 2016, mas em nível menor que o projetado

quinta-feira, 30 de julho de 2015 13:19 BRT
 

Por Marta Nogueira e Stephen Eisenhammer

RIO DE JANEIRO (Reuters) - A mineradora Vale deverá elevar a produção de minério de ferro em 2016 em relação ao total registrado neste ano, mas os volumes extraídos deverão ser menores do que o previsto nas estimativas anteriores.

A companhia, maior produtora de minério de ferro do mundo, ainda manteve a projeção de 340 milhões de toneladas para 2015, com executivos afirmando em teleconferência nesta quinta-feira que a mineradora está elevando a qualidade do produto.

"Como estamos otimizando a margem e, ao mesmo tempo, tendo ramp-up, vamos seguramente produzir mais do que em 2015, mas provavelmente vamos estar entre o guindance que foi dado no Vale Day de 2014, que foi 376 (milhões de toneladas)... e acima dos 340 (milhões) que estamos produzindo em 2015", afirmou nesta quinta-feira o diretor de ferrosos da empresa, Peter Poppinga.

O presidente-executivo da Vale, Murilo Ferreira, declarou que a empresa está aumentando gradualmente a qualidade do minério produzido, enquanto concorrentes estão reduzindo o teor de ferro da commodity levada ao mercado.

A estratégia, na avaliação da diretoria da Vale, traz competitividade para a empresa em um cenário de preços deprimidos, com as grandes do setor elevando a produção.

"A partir deste mês de julho..., a Vale não vai vender mais um quilo de minério silicoso de segunda categoria", afirmou Poppinga.

Segundo o executivo, a produção de minério silicoso teve ritmo anualizado de 16 milhões de toneladas no primeiro semestre.

"Estamos indo muito bem nessa nossa jornada de melhorar a qualidade, nos diferenciarmos e focar nas margens, e não no volume e market share a qualquer custo."   Continuação...