Bovespa fecha em baixa pressionada por ações de Bradesco e Vale

quinta-feira, 30 de julho de 2015 17:49 BRT
 

Por Paula Arend Laier

SÃO PAULO (Reuters) - A Bovespa fechou em queda nesta quinta-feira, com Bradesco e Vale entre as maiores pressões negativas, em sessão marcada por noticiário corporativo intenso, com investidores também atentos à sinalização do Banco Central brasileiro na véspera de que o ciclo de aperto monetário acabou.

O Ibovespa caiu 0,69 por cento, a 49.897 pontos.

O giro financeiro totalizou 5,85 bilhões de reais.

Na noite de quarta-feira, o Comitê de Política Monetária (Copom) elevou o juro básico em 0,50 ponto percentual, a 14,25 por cento ao ano, e afirmou entender que "a manutenção desse patamar da taxa básica de juros, por período suficientemente prolongado, é necessária para a convergência da inflação para a meta no final de 2016".

O entendimento de que o ciclo de altas na Selic chegou ao fim agradou investidores em bolsa em um primeiro momento, mas perspectivas menos otimistas em teleconferências de resultados de empresas dado o cenário macroeconômico desafiador devolveram o Ibovespa à trajetória negativa após dois pregões de alta.

"O humor no mercado está péssimo e qualquer sinalização mais cautelosa é motivo para o investidor vender. Ninguém está dando o benefício da dúvida para ninguém", disse o analista de um banco estrangeiro em São Paulo, sob condição de anonimato.

A debilidade de Wall Street foi mais um componente a enfraquecer o pregão paulista, com o índice norte-americano S&P 500 fechando estável.

  Continuação...