Embraport quer iniciar até fim do ano movimentação de carros no porto de Santos

sexta-feira, 31 de julho de 2015 17:19 BRT
 

Por Leonardo Goy

BRASÍLIA (Reuters) - A Embraport, empresa controlada pela Odebrecht Transport, pretende iniciar até o fim do ano operações de embarques e desembarques de automóveis em seu terminal privado no porto de Santos (SP), disse nesta sexta-feira à Reuters a diretora de Logística da Odebrecht Transport, Juliana Baiardi.

Com isso, a empresa será a terceira a operar esse tipo de carga, juntamente com a Santos Brasil (STBP3.SA: Cotações), que faz a movimentação por meio do seu Terminal de Exportações de Veículos (TEV) e a Deicmar, que atua na área por meio do Terminal Marítimo do Valongo (TMV).

"Com o câmbio se desvalorizando, vai ser uma saída natural para as montadoras voltar às exportações. Existe uma vontade da indústria de ampliar as operações de veículos em Santos", disse o gerente comercial das Embraport, Bruno Ferretti.

As exportações de veículos montados do Brasil subiram 17 por cento no primeiro semestre sobre o mesmo período do ano passado, para 197,35 mil unidades, segundo dados da associação de montadoras, Anfavea.

A Embraport já tem conversas em curso com armadores e montadoras de veículos e pretende iniciar a movimentação ainda este ano.

A companhia iniciou nesta sexta-feira operação de navios conhecidos como RoRo (do inglês, Roll-On/Roll-Off), que fazem embarque, usando rampa de acesso, de equipamentos e máquinas pesadas. A operação faz parte de um contrato fechado com o armador sul-coreano Glovis (086280.KS: Cotações) e prevê escalas a cada três semanas.

Qustionada sobre o programa de concessões do governo federal, Juliana Baiardi disse que a Odebrecht Transport aguarda os detalhes sobre o plano, principalmemnte referentes às condições de financiamento. "Temos de ver exatamente como vai ser, como será estruturado", disse a executiva.

O governo federal pretende fazer arrendamento de novas áreas em portos do país, começando por Santos e terminais no Pará.