Ministro das Finanças francês critica alemão por sugerir saída da Grécia do euro

domingo, 2 de agosto de 2015 13:50 BRT
 

BERLIM (Reuters) - O ministro das Finanças francês, Michel Sapin, criticou o colega Wolfgang Schaeuble, responsável pelas finanças da Alemanha, por sugerir que a Grécia deveria sair temporariamente da zona do euro, mas disse que o relacionamento entre franceses e alemães não está enfraquecido.

Em uma entrevista para o diário alemão Handelsblatt, Sapin disse que Schaeuble estava errado ao sugerir "um tempo" fora da zona do euro aos gregos --uma ideia que o ministro das Finanças alemão ventilou no último mês, durante conversas para fechar um acordo para manter a Grécia no bloco econômico.

"Eu acho que Wolfgang Schaeuble está errado e mesmo entrando em conflito com a profunda vontade dos europeus", disse Sapin na entrevista, que será publicada na segunda-feira.

"Essa vontade, que é também a minha, envolve o fortalecimento da zona do euro", disse Sapin.

"Se você permite uma saída temporária, isso significa: qualquer outro país que se encontre em dificuldades vai querer resolver a questão com um ajuste em sua moeda", completou Sapin.

O ministro francês disse, no entanto, que quer trabalhar com Schaeuble para fomentar uma integração mais próxima da zona do euro por meio de um fortalecimento da governança na política econômica.

(Por Paul Carrel)