Lucro da Heineken avança com ganhos da marca Tiger na Ásia e recuperação na Europa

segunda-feira, 3 de agosto de 2015 10:10 BRT
 

BRUXELAS (Reuters) - A Heineken, terceira maior fabricante de cervejas do mundo, anunciou lucros melhores que os esperados para o primeiro semestre nesta segunda-feira, ajudada por crescimento forte de sua marca Tiger no Vietnã e expansão das vendas de cervejas no México e partes da Europa.

No geral, o lucro operacional consolidado antes de itens não recorrentes cresceu 3,4 por cento ante o mesmo período de 2014, para 1,55 bilhão de euros, acima da estimativa média de 1,53 bilhão em pesquisa da Reuters.

O grupo cervejeiro holandês teve uma alta do lucro na comparação com o mesmo período do ano passado em todas as regiões exceto a África, mas também viu um aperto nas margens nos Estados Unidos. A companhia disse que espera crescimento mais rápido das vendas no segundo semestre, mas manteve sua projeção de expansão da receita para o ano inteiro, que será mais lento que 2014.

"É um conjunto misto (mas) positivo. Uma certa pressão de margens na África e nas Américas, mas bons desempenhos na Europa Ocidental, Oriental e Central contra duras bases de comparação", disse o analista de bebidas da Bernstein Securities Trevor Stirling.

A região da Ásia-Pacífico foi novamente o mercado com crescimento mais rápido da Heineken no primeiro semestre. A companhia viu expansão de dois dígitos nas vendas no Vietnã, terceiro maior mercado de cervejas da região, impulsionado pela demanda pela cerveja Tiger, que a Heineken tem promovido com mais força desde que adquiriu controle total da Asia Pacific Breweries em 2013.