BR Properties tem queda de 81% no lucro líquido do 2º trimestre

segunda-feira, 3 de agosto de 2015 20:05 BRT
 

Por Juliana Schincariol

RIO DE JANEIRO (Reuters) - A companhia de investimentos em imóveis comerciais BR Properties viu seu lucro líquido cair 81 por cento no segundo trimestre na comparação anual, em um resultado afetado em parte por queda de receita por conta de venda de ativos no mesmo período do ano passado.

Em junho do ano passado, a companhia concluiu a venda de galpões industriais para o grupo Global Logistic Properties Limited (GLP), de Cingapura, em um negócio de 3,18 bilhões de reais.

No trimestre, a BR Properties teve receita líquida de 177,4 milhões de reais, recuo anual de 21 por cento. Considerando as mesmas propriedades, a receita líquida um ano antes foi de 169,2 milhões de reais, representando um aumento de 5 por cento no período.

Porém, no setor de escritórios, a vacância financeira foi de 11,3 por cento no segundo trimestre ante 9,6 por cento um ano antes, enquanto a vacância física foi de 14,4 por cento, um avanço de 5 pontos percentuais.

A companhia teve geração de caixa medida pelo lucro antes dos juros, impostos, depreciação e amortização (Ebitda) de 157,9 milhões de reais, queda de 23 por cento sobre o segundo trimestre de 2014.

"A redução no Ebitda ajustado é explicada pela perda de receita de aluguel resultante das vendas de ativos ocorridas nos últimos 12 meses, que representavam um Ebitda de aproximadamente de 53 milhões de reais por trimestre", disse a BR Properties em seu relatório de resultados nesta segunda-feira.

A companhia renovou e renegociou 208.742 metros quadrados de área bruta local (ABL) de seu portfólio, com um aumento nominal nos aluguéis de 2 por cento sobre os contratos anteriores. Ainda segundo o balanço, o aluguel médio por metro quadrado das mesmas propriedades cresceu 3,6 por cento nos últimos 12 meses.