Bradesco e HSBC dizem a sindicatos que não farão demissões em massa

terça-feira, 4 de agosto de 2015 17:27 BRT
 

SÃO PAULO (Reuters) - Entidades que representam trabalhadores do setor bancário afirmaram nesta terça-feira que dirigentes do Bradesco e do HSBC Brasil garantiram que não haverá demissões em massa após a compra das operações brasileiras do banco britânico pelo segundo maior banco privado do Brasil, anunciada na véspera.

"Os dois bancos afirmam que não haverá demissão em massa (...) Até que saia a aprovação da venda, que pode durar seis meses, a gestão será do HSBC e o compromisso dos dois bancos é de manter a transparência com os sindicatos e os trabalhadores", disse a presidente do Sindicato dos Bancários de São Paulo, Osasco e região, Juvandia Moreira, em comunicado à imprensa.

(Por Alberto Alerigi Jr.)