BofA ML vê Ibovespa a 48 mil pts se Brasil perder grau de investimento e dólar bater R$3,8

quinta-feira, 6 de agosto de 2015 14:09 BRT
 

SÃO PAULO (Reuters) - O Bank of America Merrill Lynch vê o Ibovespa em 48 mil pontos se o Brasil perder a nota grau de investimento e o dólar bater 3,80 reais até o fim do ano, embora não descarte um recuo ainda maior no curto prazo, caso o noticiário seguir negativo e não houver catalisadores para investidores encerrarem suas posições pessimistas.

O cenário base do BofA ML é de que pelo menos uma agência de classificação de risco retire o rating grau de investimento do país nos próximos 12 meses, o que deve afetar o desempenho dos CDS (Credit Default Swap) do Brasil.

Ao mesmo tempo, a deterioração econômica, política e do crédito do país também levou a equipe do BofA ML a revisar sua projeção para a taxa de câmbio, estimando um dólar a 3,80 reais no final de 2015 e 4,10 reais em 2016, ante projeção anterior de 3,50 e 3,80 reais, respectivamente.

Em relatório divulgado nesta quinta-feira, os estrategistas Felipe Hirai e Ligia Araujo disseram que estimam que o potencial rebaixamento na nota de crédito soberana do Brasil pode ter um efeito negativo adicional de 4,3 por cento no Ibovespa, dado spreads maiores dos CDS do Brasil e um real mais fraco.

O BofA ML, contudo, avalia que as exportadoras tendem a se sair melhor no cenário de um corte do rating soberano e considerando as novas variáveis macroeconômicas.

"Nós ainda vemos espaço para alta em exportadoras como as de proteínas, enquanto nomes ligados ao mercado doméstico, como setor elétrico, telecomunicações, podem ter o maior potencial de baixa", disseram os estrategistas, no relatório.

"Sob as novas suposições macroeconômicas, nós esperaríamos outro espaço de alta de 10 por cento nas exportadoras, 10 por cento de espaço de queda em ligadas a commodities e com exposição ao mercado doméstico e risco de 6 por cento de chance de queda para bancos", calcularam Hirai e Araújo.

Às 14h00, o Ibovespa operava em queda de 0,5 por cento, a 50.034 pontos.

(Por Paula Arend Laier)