Estácio vê aumento de 3% a 6% da base de alunos presenciais no 2o semestre

quinta-feira, 6 de agosto de 2015 20:31 BRT
 

RIO DE JANEIRO (Reuters) - A Estácio Participações espera que a base de alunos presenciais cresça de 3 a 6 por cento no segundo semestre, após ter revisto investimentos por causa de problemas relacionados ao Fundo de Financiamento Estudantil (Fies).

A rede de ensino privado disse que se preparou "com enorme disciplina para o processo de admissão" no segundo semestre, mas mencionou a insegurança com o cenário macroeconômico.

Para o ensino a distância, a expectativa é de expansão de 8 a 12 por cento no terceiro trimestre ante mesmo período de 2014.

Para a renovação de alunos, a expectativa é que a taxa permaneça no mesmo patamar de um ano antes, tanto no ensino a distância quanto no presencial, "apesar das dificuldades com o Fies, que impactaram principalmente os alunos matriculados no primeiro semestre deste ano", disse a Estácio em relatório.

A Estácio teve lucro líquido consolidado de 131,9 milhões de reais no segundo trimestre, alta de 53,4 por cento na comparação anual, informou nesta quinta-feira.

Desconsiderando aquisições, o lucro cresceu 30,5 por cento, a 112,2 milhões de reais.

A média das estimativas de analistas obtidas pela Reuters apontava lucro de 101 milhões de reais no período. [nL1N10G2JD]

A Estácio fechou o trimestre com uma base total de 501,5 mil alunos, 30,9 por cento acima do ano anterior, sendo 349,3 mil matriculados nos cursos presenciais (+15,1 por cento) e 96 mil nos cursos a distância (+20,9 por cento).

A empresa teve acréscimo de 56,2 mil alunos vindos das instituições adquiridas nos últimos 12 meses.   Continuação...