Gafisa tem lucro líquido de R$28,5 mi no 2º trimestre

sexta-feira, 7 de agosto de 2015 20:28 BRT
 

RIO DE JANEIRO (Reuters) - A Gafisa teve desempenhos distintos nos segmentos econômico e de média e alta rendas no segundo trimestre, mas teve lucro, revertendo prejuízo de mesmo período em 2014.

A incorporadora informou nesta sexta-feira que teve lucro líquido consolidado de 28,5 milhões de reais no período, ante prejuízo de 851 mil reais um ano antes. A média de estimativas de analistas ouvidos pela Reuters era de lucro de 22,7 milhões de reais.

Segundo a companhia, o segmento Gafisa refletiu as difíceis condições do mercado de média e alta renda, com aumento dos juros, inflação e câmbio e queda da confiança do consumidor. O segmento teve apenas dois lançamentos no trimestre. E a expectativa é de que esse cenário de mantenha, avisou a Gafisa.

"Diante da manutenção do atual cenário econômico, nossa expectativa para a segunda metade do ano é manter essa postura mais conservadora, buscando equilibrar a colocação de novos produtos, priorizando os de maior liquidez, para alcançar níveis de venda e rentabilidade adequados", disse a empresa.

Por outro lado, o segmento Tenda seguiu se aproveitando da forte demanda do segmento econômico. No período, a companhia lançou seis projetos ou fases pela Tenda.

A companhia havia divulgado em julho que os lançamentos consolidados entre abril e junho foram de 482 milhões de reais, alta de 16,5 por cento ano a ano. As vendas contratadas subiram 22,9 por cento ano a ano, a 532,1 milhões de reais.

No segundo trimestre, a receita líquida da empresa subiu 3 por cento ano a ano, a 591,5 milhões de reais.

Com a redução no volume de projetos antigos e uma adaptação às atuais condições de mercado, as despesas com vendas, gerais e administrativas atingiram 89,7 milhões de reais, redução de 9,9 por cento na comparação com o ano anterior.

O lucro antes dos juros, impostos, depreciação e amortização (Ebtida, na sigla em inglês) ajustado foi de 72,8 milhões de reais, queda de 19 por cento ante mesma etapa de 2014.

(Por Juliana Schincariol)