Brasil terá safra recorde de 208,8 mi t com avanço do milho e da soja

terça-feira, 11 de agosto de 2015 11:23 BRT
 

SÃO PAULO (Reuters) - A produção total de grãos e oleaginosas do Brasil na temporada 2014/15 foi estimada nesta terça-feira em um recorde de 208,8 milhões de toneladas, com o país registrando marcas históricas em produtos como a soja e o milho, este último com colheita da segunda safra em fase avançada e registrando produtividades médias jamais vistas.

A Companhia Nacional de Abastecimento (Conab) elevou a previsão de safra total do país em 2,5 milhões de toneladas na comparação com a previsão divulgada em julho, mesmo volume do aumento na estimativa da segunda safra de milho, com produção agora prevista em 54 milhões de toneladas.

"O bom regime de chuvas ao longo do desenvolvimento das lavouras trouxe boas expectativas (para o milho segunda safra), confirmadas pela colheita que avança para o seu encerramento na maioria dos Estados produtores", disse a Conab em relatório.

Com o tempo favorável, a segunda safra de milho deverá registrar produtividade recorde de 5,625 toneladas por hectare (ante 5,254 na temporada passada), ficando também acima da produtividade na safra de verão 14/15, de 4,961 toneladas por hectare.

A boa segunda safra elevou a produção total do cereal para 84,3 milhões de toneladas em 14/15, ante 81,8 milhões na projeção anterior e 80,1 milhões na safra passada.

A maior parte da safra 2014/15 já foi colhida, incluindo a soja, cuja previsão foi mantida em 96,2 milhões de toneladas, o que representa um crescimento de cerca de 10 milhões de toneladas ante a temporada passada.

Agora os produtores se concentram na finalização do plantio de lavouras de inverno, especialmente no Sul do país, antes de iniciarem os preparativos para o plantio da nova safra de verão (2015/16), em setembro.

A safra de trigo, com plantio perto do encerramento no país, foi estimada em recorde de 7 milhões de toneladas em 2015, estável ante a projeção de julho, o que representa um crescimento de 1 milhão de toneladas na comparação com 2014.

Já a safra de algodão do Brasil foi prevista em 1,5 milhão de toneladas da pluma, também estável ante julho, e uma queda de 200 mil toneladas na comparação com 13/14.   Continuação...