Contrato global de algodão da ICE começa a ser negociado em novembro

terça-feira, 11 de agosto de 2015 18:25 BRT
 

NOVA YORK (Reuters) - Os contratos futuros globais do algodão na bolsa ICE, em Nova York, começarão a ser negociados em 2 de novembro de 2015, caso tenham aprovação regulatória, disse a bolsa nesta terça-feira, anunciando o muito aguardado lançamento de um contrato que tem encontrado uma série de obstáculos.

As origens do algodão do contrato incluirão os Estados Unidos, Austrália, Brasil, Índia, Benin, Burkina Faso, Camarões, Costa do Marfim e Mali, disse a bolsa.

Os operadores de algodão pressionam por um novo contrato há anos.

O contrato nº 2 de algodão existente na ICE, que permite apenas entrega de produto norte-americano, serviu por muito tempo como referência global, embora os Estados Unidos tenham sido superados como maior produtor do mundo.

O contrato terá doze pontos de entrega nos EUA, Austrália, Taiwan e Malásia, disse a ICE.

O algodão norte-americano será usado como referência para preços, com outras origens sendo negociadas com descontos e prêmios.

(Por Chris Prentice)