Produção de petróleo do Irã pode subir bruscamente após fim de sanções, diz IEA

quarta-feira, 12 de agosto de 2015 10:24 BRT
 

LONDRES (Reuters) - O Irã pode elevar a produção de petróleo em 730 mil barris por dia (bpd) ante os níveis atuais de maneira relativamente rápida uma vez que as sanções contra o país sejam retiradas, disse a Agência Internacional de Energia (IEA, na sigla em inglês) nesta quarta-feira.

A agência de energia ocidental estimou que os campos de petróleo iranianos, que bombearam cerca de 2,87 milhões de bpd em julho, poderiam aumentar a produção para entre 3,4 milhões e 3,6 milhões de bpd em meses após a retirada das sanções.

"Enquanto uma produção significativamente maior é improvável antes do próximo ano, o petróleo guardado em estoques flutuantes - que está no maior nível desde que as sanções foram reforçadas, em meados de 2012 - poderia começar a chegar aos mercados internacionais antes disse", disse a IEA em relatório mensal.

O ministro do Petróleo do Irã, Bijan Zanganeh, disse que o país espera aumentar a produção em 500 mil bpd tão logo as sanções sejam retiradas, e em um milhão de bpd em meses.

A produção de petróleo iraniano em julho ficou 50 mil bpd acima da registrada em junho, disse a IEA.

(Por Lisa Barrington)