Mercado de petróleo começa a se reequilibrar, mas processo será longo, diz IEA

quarta-feira, 12 de agosto de 2015 10:34 BRT
 

LONDRES (Reuters) - A demanda mundial por petróleo está crescendo no ritmo mais rápido em cinco anos, graças à recuperação do crescimento econômico e preços baixos, mas o excesso de oferta global é tão grande que continuará ao longo de 2016, disse a Agência Internacional de Energia (IEA, na sigla em inglês) nesta quarta-feira.

A IEA disse que a oferta de petróleo continuará a crescer "em um ritmo alucinante", mas os produtores norte-americanos começaram a sofrer com os preços baixos e a produção "provavelmente será atingida em breve".

"Enquanto um reequilíbrio claramente começou, o processo provavelmente será prolongado, enquanto o excesso de oferta deve persistir ao longo de 2016", disse a IEA, em seu relatório mensal.

A agência, que assessora a política energética das maiores economias do mundo, aumentou bruscamente as estimativas para o crescimento da demanda neste ano e em 2016.

Uma demanda maior poderia pressionar a necessidade de petróleo dos produtores da Organização dos Países Exportadores de Petróleo (Opep).

A IEA aumentou a projeção para a demanda por petróleo bruto da Opep mais estoques em 2016 em 600 mil barris por dia (bpd), para 30,8 milhões de bpd. A agência também aumentou a previsão para a demanda pelo petróleo da Opep este ano em 200 mil bpd, para 29,5 milhões de bpd.

(Por Christopher Johnson e Dmitry Zhdannikov)