Estoques de petróleo e gasolina caem nos EUA; refino reduz após recordes, diz AIE

quarta-feira, 12 de agosto de 2015 12:42 BRT
 

(Reuters) - Os estoques de petróleo nos Estados Unidos caíram na semana passada e as refinarias do país desaceleraram a produção após registrarem recordes, enquanto os estoques de gasolina diminuíram e os de destilados subiram, mostraram dados da Administração de Informação de Energia (AIE) na quarta-feira.

Os estoques de petróleo caíram 1,7 milhão de barris na semana passada, em comparação com as expectativas dos analistas para um recuo de 1,8 milhão de barris.

Os preços do petróleo reduziram ligeiramente seus ganhos registrados mais cedo após a publicação dos dados, com a commodity nos EUA operando logo acima 43 dólares o barril, próxima de uma nova mínima de seis anos.

Os estoques em Cushing, Oklahoma, ponto de entrega da bolsa, caíram 51 mil barris para 57,1 milhões de barris, disse AIE. Os tanques em Cushing podem armazenar 71,4 milhões de barris, de acordo com estimativas da AIE.

Os traders de petróleo estão se preparando para um rápido acúmulo de estoques nas próximas semanas, provavelmente testando os limites de capacidade de armazenamento de Cushing, com o fechamento de refinarias para manutenção.

O processamento de refinarias de petróleo caiu em 46 mil barris por dia para 17,03 milhões de barris por dia, após atingir as mais altas taxas em semanas anteriores, mostraram os dados da AIE. As taxas de utilização de capacidade das refinarias permaneceram inalteradas.