CSN contrata bancos para venda de ativos, negocia alongamento de dívidas de 2016 e 2017

quinta-feira, 13 de agosto de 2015 11:35 BRT
 

SÃO PAULO (Reuters) - A Companhia Siderúrgica Nacional contratou bancos para auxiliá-la na venda de uma série de ativos não essenciais nos próximos meses e está perto de concluir negociações para alongamento de dívidas que vencem em 2016 e 2017, afirmaram executivos da empresa nesta quinta-feira.

Segundo o diretor de relações com investidores, Gustavo Henrique de Sousa, o alongamento da dívida dos dois próximos anos serve para dar "tranquilidade" para a companhia vender os ativos, depois que o nível de alavancagem da empresa ao final de junho chegou a 5,6 vezes a dívida líquida sobre lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização (Ebitda).

(Por Alberto Alerigi Jr.)