Safra de café 2015/16 do Brasil deve atingir 46,1 mi sacas, diz Intelligent Coffee

quinta-feira, 13 de agosto de 2015 15:02 BRT
 

NOVA YORK (Reuters) - A Intelligent Coffee Insights, uma recém estabelecida empresa de pesquisas que tem entre seus fundadores um ex-executivo da Starbucks, cortou sua estimativa para a safra de café 2015/16 do Brasil para 46,1 milhões de sacas, na extremidade baixa das estimativas do mercado.

A empresa sediada em Sonoma, na Califórnia, havia previsto em dezembro safra de 48 milhões de sacas de 60 kg.

A consultoria coletou no mês passado 58 amostras de 29 fazendas no Sul de Minas, uma das principais regiões produtoras de café arábica no Brasil, segundo Dub Hay, sócio fundador da Intelligent Coffee Insights e ex-vice-presidente sênior da Autoridade Global de Café na Starbucks.

Em julho, a Intelligent Coffee Insights comprou 2 kg de grãos frescos em cada parada, secou, moeu e mediu a densidade dos grãos para propor o que é chamado de rendimento de descasque.

"Em média, no Sul de Minas, foram necessários 475 litros em vez de 450 litros (para completar uma saca), o que reduz o tamanho da safra," disse Hay, cuja carreira inclui passagens como executivo da Nestlé nos Estados Unidos.

"O tempo estava abaixo do ideal para a produção de café no Brasil. Nós achamos que é um problema de longo prazo," disse Hay, especificando que houve muito calor e falta de chuvas.

A empresa agora prevê a produção de café arábica do Brasil em 30,1 milhões de sacas, abaixo da estimativa prévia de 32 milhões de sacas, mas não alterou a previsão de 16 milhões de sacas de robusta.

(Por Marcy Nicholson)