Perspectiva ruim para fertilizantes nitrogenados dispara onda de fusões no setor

quinta-feira, 13 de agosto de 2015 15:59 BRT
 

(Reuters) - A queda dos preços e o crescimento frenético da produção de fertilizantes nitrogenados motivaram quase 10 bilhões de dólares em fusões e aquisições no setor, bastante fragmentado, e indicam que mais consolidação pode estar a caminho no mercado do mais importante dos três nutrientes básicos da agricultura.

A CF Industries Holdings, sediada em Illinois, terceira maior produtora de fertilizantes nitrogenados, está envolvida em três dos quatro acordos do mês passado, derrubando dois potenciais competidores de seu território e garantindo volume de vendas nos Estados Unidos, o maior produtor mundial de milho.

"O que a CF está fazendo é a clássica autopreservação corporativa, em um mundo em que há pessoas bem capitalizadas tentando entrar no seu núcleo de mercado nitrogenados no Meio-Oeste e na costa do Golfo dos Estados Unidos," disse Chris Damas, editor de mercados da BCMI Report.

Ao contrário da indústria potássio e fosfato, dominadas por alguns poucos participantes, as 20 maiores empresas de nitrogênio respondem por somente pouco mais que um terço da oferta global, de acordo com a consultoria CRU Group.

Os acordos aumentaram a influência da CF no mercado ao remover duas potenciais fábricas norte-americanas rivais, em um momento em que Agrium, Yara, Koch Industries e outras aumentam a capacidade da América do Norte.

A CVR Partners disse na segunda-feira que iria comprar a Rentech Nitrogen Partners por 533 milhões de dólares, criando a quinta-maior produtora de nitrogênio da América do Norte.

(Por Rod Nickel)