BM&FBovespa tem alta de 27% no lucro do 2º tri

quinta-feira, 13 de agosto de 2015 19:36 BRT
 

SÃO PAULO (Reuters) - A BM&FBovespa teve lucro líquido de 318 milhões de reais no segundo trimestre, alta de 27,2 por cento sobre o resultado positivo obtido um ano antes, apoiada em aumento de receitas em ritmo acima do avanço das despesas.

A previsão média de analistas consultados pela Reuters apontava para lucro líquido de 309 milhões de reais no período.

Com o resultado, o conselho de administração da empresa aprovou pagamento aos acionistas de juros sobre capital próprio no valor de 254,4 milhões de reais relativos ao segundo trimestre.

"Reafirmamos nosso compromisso de retornar caixa gerado pelo negócio para os acionistas por meio de proventos e recompra de ações, direcionando a distribuição de proventos de forma a dar maior peso aos juros sobre capital próprio", afirmou no balanço o diretor financeiro da BM&FBovespa, Daniel Sonder.

A operadora da bolsa de valores de São Paulo teve receita líquida de 554,6 milhões de reais no segundo trimestre, um crescimento anual de 19,6 por cento. Enquanto isso, as despesas ajustadas avançaram 5,6 por cento no período, a 141,7 milhões de reais.

A margem operacional da empresa também subiu no período, passando de 61,9 por cento no segundo trimestre do ano passado, para 64,3 por cento nos três meses encerrados em junho deste ano.

A companhia investiu no segundo trimestre 76,6 milhões de reais, dos quais 75,5 milhões foram destinados à tecnologia e infraestrutura. A expectativa da empresa é investimento de 200 milhões a 230 milhões de reais em 2015 e de 165 milhões a 195 milhões em 2016.

(Por Alberto Alerigi Jr.)