Manifestantes começam mobilização para protestos contra Dilma

domingo, 16 de agosto de 2015 10:13 BRT
 

SÃO PAULO/BRASÍLIA (Reuters) - Manifestantes que pedem o impeachment de Dilma Rousseff começaram a se concentrar na manhã deste domingo em diversas cidades para os protestos que deverão testar o fôlego político da presidente da República.

Organizadores das manifestações, convocadas principalmente pelas redes sociais, prometem protestos em centenas de cidades no país e no exterior em meio à desaprovação recorde da presidente nas pesquisas de opinião.

No início da manhã, já havia concentração de manifestantes em Brasília e algumas capitais brasileiras, como Recife, Belém, Maceió e Belo Horizonte.

As pessoas exibiam cartazes contra Dilma, vestindo roupas verde e amarelo e portando cartazes contra a corrupção.

A concentração no início da manhã em Brasília ocorre perto do Museu da República. A expectativa é de que os manifestantes sigam em passeata pela Esplanada dos Ministérios até o Congresso Nacional.

No Rio de Janeiro, onde os protestos também deverão ocorrer, muitas pessoas caminhavam pela orla da praia de Copacabana, com roupas com as cores da bandeira brasileira.

Diante dos protestos, a presidente decidiu permanecer em Brasília neste fim de semana acompanhada por ministros do núcleo da coordenação política para monitorar as manifestações.

Dilma poderá designar um de seus auxiliares diretos para fazer uma avaliação oficial dos protestos, informaram duas fontes do governo.

De acordo com uma das fontes consultadas, o governo considera que haverá "grande" adesão aos movimentos e que isso ocorrerá devido ao contexto marcado pelo aprofundamento da recessão, aumento do desemprego, baixa popularidade da presidente e agravamento da crise política.   Continuação...