Manifestantes começam protestos contra Dilma

domingo, 16 de agosto de 2015 11:35 BRT
 

SÃO PAULO (Reuters) - Manifestantes que pedem o impeachment de Dilma Rousseff realizavam neste domingo protestos em diversas cidades do país, com grandes aglomerações registradas pela manhã em Belo Horizonte, Rio de Janeiro, Recife e Brasília.

Organizadores das manifestações, convocadas principalmente pelas redes sociais, prometem protestos em centenas de cidades no país e no exterior em meio à desaprovação recorde da presidente nas pesquisas de opinião.

No início da manhã, já havia concentração de manifestantes na capital federal e em outras capitais brasileiras, como Belém, Maceió, Salvador, São Paulo, além de cidades do interior.

As pessoas exibiam cartazes contra Dilma, vestindo roupas verde e amarelo e portando cartazes contra a corrupção.

A concentração no início da manhã em Brasília ocorria perto do Museu da República.

No Rio de Janeiro, muitas pessoas caminhavam pela orla da praia de Copacabana, com roupas com as cores da bandeira brasileira.

Em São Paulo, os protestos estão marcados para o início da tarde, na Avenida Paulista. Mas, por volta das 11h, uma das pistas da via foi interditada pelos manifestantes.

Cidades do interior paulista também registravam protestos. A manifestação em Jundiai (SP), cerca de 60 quilômetros da capital, começou às 10h, numa das avenidas mais movimentadas da cidade. Um caminhão de som tocava músicas contra o governo da presidente Dilma e com muitas palavras de ordem contra também o ex-presidente Lula.

Diante dos protestos, a presidente Dilma decidiu permanecer em Brasília neste fim de semana acompanhada por ministros do núcleo da coordenação política para monitorar as manifestações.   Continuação...