Operações são retomadas no porto chinês de Tianjin após explosões

segunda-feira, 17 de agosto de 2015 07:53 BRT
 

SINGAPURA/XANGAI (Reuters) - Diversas operações foram retomadas no porto chinês de Tianjin, de acordo com fontes comerciais, após explosões na semana passada matarem mais de 100 pessoas e interromperem as atividades no porto, importante para a importação de petróleo, gás e cargas para a maior economia da Ásia.

As explosões em 12 de agosto levaram à interrupção de todos os desembarques químicos e petrolíferos no porto e importações de minério de ferro também foram afetadas.

Mas dados de navegação da Reuters mostraram nesta segunda-feira que petroleiros estavam descarregando novamente. Transportadores confirmaram que as operações foram retomadas durante o fim de semana.

Autoridades portuárias não estavam imediatamente disponíveis para comentário.

"No momento, navios além dos que carregam bens químicos e tanques de petróleo, estão entrando e saindo normalmente da seção norte do Porto de Tianjin. Todos os outros ancoradouros estão operando normalmente de acordo com os planos de navegação", informou o departamento de controle de tráfego da Administração de Segurança Marítima de Tianjin em nota.

(Reportagem da Equipe de Commodities da Ásia)