Citigroup pagará US$180 mi para encerrar acusação de ter ludibriado investidores

segunda-feira, 17 de agosto de 2015 13:54 BRT
 

WASHINGTON (Reuters) - Duas unidades do Citigroup pagarão quase 180 milhões de dólares em um acordo sobre acusações da época da crise financeira segundo as quais investidores de dois fundos de hedge foram ludibriados, disseram reguladores dos Estados Unidos nesta segunda-feira.

A Securities and Exchange Commission (SEC) disse que a Citigroup Global Markets e a Citigroup Alternative Investments vão entrar no acordo sem admitir ou negar as acusações e que os fundos vão pagar todos os custos da distribuição do dinheiro aos investidores prejudicados.

"Estamos contentes de termos solucionado esta questão", disse uma porta-voz do Citigroup em comunicado.

A SEC disse que as duas unidades do banco deram informações "falsas e enganosas" a investidores sobre os fundos ASTA/MAT e Falcon, que coletivamente levantaram quase 3 bilhões de dólares em capital antes dos fundos entrarem em colapso.

A SEC disse que mesmo enquanto os fundos estavam entrando em colapso, as unidades ainda aceitaram 110 milhões de dólares em investimentos adicionais e que os investidores não foram informados sobre as condições financeiras "críticas".

(Por Sarah N. Lynch)