Perdas iniciais de seguradoras por explosões em Tianjin devem ficar em até US$1,5 bi

segunda-feira, 17 de agosto de 2015 19:22 BRT
 

HONG KONG (Reuters) - As duas explosões no porto chinês de Tianjin, que aconteceram na semana passada e mataram mais de 100 pessoas, podem gerar perdas de seguros totais entre 1 bilhão e 1,5 bilhão de dólares, disseram analistas do Credit Suisse, citando estimativas iniciais baseadas em reportagens da imprensa chinesa.

Seguradoras incluindo Zurich Insurance e Allianz disseram que receberam pedidos de clientes que foram afetados pelo desastre, mas não forneceram nenhuma estimativa de potenciais perdas.

"Baseado nas informações disponíveis, não antecipamos grandes reivindicações financeiras que surjam desde incidente, mas continuamos a avaliar a situação," disse a Allianz, maior seguradora da Europa, em comunicado.

"Ainda é muito cedo para determinar o nível de perdas seguradas, mas é provável que o evento seja grande, com perdas seguradas iniciais estimadas entre 1 bilhão e 1,5 bilhão de dólares, e um grande número de seguradoras afetadas," disse o analista Arjan van Veen, em uma nota, nesta segunda-feira, na qual ele compila estimativas de uma série de reportagens da imprensa chinesa.

O Credit Suisse disse que os afetados seriam principalmente seguradoras chinesas, assim como grupos internacionais que asseguram multinacionais ou fornecem coberturas de seguros.

(Por Lisa Jucca, Jonathan Gould e Jake Spring)