Lucro fica aquém das estimativas e Wal-Mart corta previsão anual

terça-feira, 18 de agosto de 2015 14:24 BRT
 

(Reuters) - O Wal-Mart divulgou lucro trimestral mais fraco do que o esperado e diminuiu sua previsão anual nesta terça-feira, citando custos mais altos da adição de horas de trabalho como também de margens menores em sua unidade de negócios farmacêuticos nos Estados Unidos.

O lucro líquido atribuível à companhia caiu para 3,48 bilhões de dólares, ou 1,08 dólar por ação, no segundo trimestre encerrado em 31 de julho, dos 3,92 bilhões, ou 1,21 dólar por ação, um ano antes. Analistas, na média, esperavam 1,12 dólar por ação, de acordo com a Thomson Reuters I/B/E/S.

A companhia também reduziu sua previsão para o ano terminado em janeiro, para entre 4,40 a 4,70 dólares por ação de sua última previsão em fevereiro de 4,70 a 5,05 dólares. A média era de 4,77 dólares por ação.

Em fevereiro, o Wal-Mart sinalizou que iria gastar 1 bilhão de dólares para elevar o salário de seus funcionários e para treinamento, o que irá pesar sobre os ganhos este ano. A companhia também alertou que maiores gastos para impulsionar a infraestrutura de seu comércio eletrônico enquanto busca diminuir a diferença em relação à Amazon.com, que recentemente passou a varejista do Arkansas em valor de mercado.

Mas nesta terça-feira o Wal-Mart disse que os custos se elevaram com o aumento do expediente de seus funcionários para além do planejado em fevereiro, à medida que tenta melhorar seu atendimento ao cliente com filas mais rápidas e prateleiras mais bem abastecidas, o que foi achatando os lucros mais do que o previsto.

(Por Nathan Layne)