Proprietários de navios de GNL lançam consórcio para cortar custos

terça-feira, 18 de agosto de 2015 16:42 BRT
 

MILÃO (Reuters) - Três dos maiores proprietários de navios de transporte de gás natural liquefeito (GNL) decidiram colocar no mercado 14 navios em conjunto usando preços de fretamento à vista, como parte de um novo consórcio que visa cortar custos operacionais em um mercado com preços deprimidos.

O consórcio consiste em oito navios modernos da transportadora norueguesa Golar, três da Gaslog e três da Dynagas, que começarão operações de frete em setembro, disse a Gaslog, em declaração, nesta terça-feira.

O excesso de navios de GNL recém-construídos saídos dos estaleiros na Ásia tem sido um fator que derrubou as tarifas diárias de frete para cerca de 30 mil dólares por dia, ante 130 mil dólares dois anos atrás.

"A associação de transportadoras de GNL permite que os proprietários participantes otimizem a operação dos navios associados através da melhora na capacidade de agendamento, eficiência de custos e mercado comum," disse a empresa.

Os navios buscarão contratos para operações que tenham doze meses de duração ou menos.

(Por Oleg Vukmanovic)