Produção de petróleo da Petrobras no Brasil cresce em julho com novos poços

terça-feira, 18 de agosto de 2015 19:10 BRT
 

SÃO PAULO (Reuters) - A produção de petróleo da Petrobras no Brasil em julho atingiu média de 2,142 milhões de barris/dia, alta de 2,6 por cento ante junho e de 4,5 por cento ante o mesmo mês do ano passado, com a entrada de novos poços produtores no país, incluindo no pré-sal, informou a empresa nesta terça-feira.

A meta de produção de petróleo da Petrobras no Brasil, de onde a empresa extrai a maior parte de seu óleo, é de 2,125 milhões de barris/dia em 2015, em média, o que seria um crescimento de 4,5 por cento ante 2014.

Considerando a produção de petróleo e gás no país, a extração atingiu 2,611 milhões de barris de óleo equivalente/dia (boed), alta de 2,3 por cento ante junho.

"O crescimento reflete a entrada em produção de novos poços nas plataformas P-58, no Parque das Baleias, e P-62, no campo de Roncador, ambas na Bacia de Campos; e no FPSO Cidade de Mangaratiba, ancorado na área de Iracema Sul, no pré-sal da Bacia de Santos", afirmou a estatal em nota.

A Petrobras acrescentou que, conforme divulgado em 31 de julho, o FPSO Cidade de Itaguaí começou a produzir na área de Iracema Norte, localizada no campo de Lula, no pré-sal da Bacia

de Santos, o que aumenta o potencial para a extração neste mês. Essa nova unidade tem capacidade para processar diariamente 150 mil barris de petróleo e 8 milhões de metros cúbicos de gás.

Após grandes investimentos nos últimos anos, a Petrobras tem registrado recordes seguidos na região do pré-sal, tendo obtido extração média em julho, como operadora, de 798 mil barris de petróleo por dia, alta de 7 por cento ante junho, o que tem mais do que compensado o declínio natural de áreas mais antigas da empresa, situadas na Bacia de Campos.

Somando atividades no Brasil e no exterior, a estatal produziu 2,796 milhões de barris de óleo equivalente/dia, alta de 1,8 por cento ante junho e de 3,6 por cento ante julho de 2014.

No exterior, a Petrobras produziu 184,6 mil boed, 4,2 por cento abaixo de junho, devido, principalmente, à parada programada da plataforma do Campo de Saint Malo, no Golfo do México norte-americano.

(Por Roberto Samora)