China deve produzir 5,5 mi t de algodão 15/16, queda de 15% no ano

quarta-feira, 19 de agosto de 2015 11:07 BRT
 

PEQUIM (Reuters) - A China, segundo maior produtor de algodão do mundo, deverá produzir 5,5 milhões de toneladas da fibra na próxima colheita (2015/16), estimou nesta quarta-feira um grupo da indústria, apontando um volume levemente abaixo da projeção anterior.

A redução na projeção, entretanto, não é grande o suficiente para aumentar as importações, afirmou a associação do algodão da China, que havia previsto uma safra de 5,86 milhões de toneladas anteriormente.

O novo número representaria uma queda de 15 por cento em comparação com os 6,5 milhões de toneladas da temporada 2014/15, de acordo com dados da associação.

A maior parte da queda se deve a uma redução na área plantada, que está estimada para cair 24 por cento.

Uma safra menor, provavelmente, não é capaz de sustentar os preços globais, com as importações restritas por cotas governamentais e oferta interna suficiente.

As reservas estatais da China são estimadas em 11 milhões de toneladas da fibra, um volume que o governo deve vender gradualmente no mercado nos próximos anos.

(Reportagem de Dominique Patton)