Cesp estima perda de R$2 bi com déficit hídrico e ainda estuda proposta do governo

quarta-feira, 19 de agosto de 2015 13:29 BRT
 

Por Luciano Costa

SÃO PAULO (Reuters) - A estatal paulista de energia Cesp estima que o déficit de geração registrado pelas hidrelétricas devido à seca nos últimos anos reduziu em 2 bilhões de reais seu faturamento nesse período, mas ainda estuda proposta apresentada pelo governo federal para apoiar as geradoras ante essas perdas, afirmaram executivos em teleconferência nesta quarta-feira.

O presidente Cesp, Mauro Arce, lembrou que duas hidrelétricas da companhia tiveram a concessão vencida neste ano e foram incluídas em leilão que acontecerá em outubro, o que poderia inviabilizar a recuperação de perdas com o déficit de geração por meio de uma extensão de concessão -- opção apresentada pelo governo na Medida Provisória 688, publicada na terça-feira.

"O que foi contabilizado (de perdas para a Cesp) tem participação muito grande dessas duas usinas, mais de 70 por cento de nossa energia está concentrada lá... Esse item me chamou a atenção, e eu gostaria que fosse verdade (a possibilidade de renovar a concessão), mas aí elas não poderiam participar do leilão", comentou o executivo.

As hidrelétricas de Jupiá e Ilha Solteira, que somam quase 5 mil megawatts em capacidade instalada e representam cerca de 75 por cento do parque gerador da Cesp, tiveram a concessão encerrada em julho.

Como a empresa não aceitou renovar o contrato antecipadamente nas condições estabelecidas pelo governo federal no fim de 2012, será realizado um leilão para escolher um novo operador para as usinas, assim como para outras que encontram-se na mesma situação.

A perda de 2 bilhões de reais estimada pela Cesp com o déficit hídrico representa o faturamento que a empresa teria caso seu parque de usinas tivesse gerado o valor previsto, que poderia ser comercializado no mercado de curto prazo. Desse montante, 1 bilhão de reais é referente a 2014, enquanto outro 1 bilhão refere-se ao primeiro semestre deste ano.

LEILÃO DE HIDRELÉTRICAS ANTIGAS   Continuação...