Facção de extrema-esquerda se desmembra do Syriza e forma novo partido

sexta-feira, 21 de agosto de 2015 08:28 BRT
 

ATENAS (Reuters) - Rebeldes da extrema-esquerda do partido grego Syriza deixaram a legenda para formar um novo partido com 25 parlamentares, anunciou um vice-presidente parlamentar nesta sexta-feira.

O novo partido se chamará "Unidade Popular" e será chefiado pelo ex-ministro da Energia, Panagiotis Lafazanis, líder da facção de extrema-esquerda dentro do Syriza que desafiou a decisão do premiê Alexis Tsipras de apoiar o terceiro programa de resgate. Tsipras renunciou na quinta-feira.

 
Ex-ministro da Energia e chefe do "Unidade Popular" , Panagiotis Lafazanis, durante sessão parlamentar, em Atenas.  14/08/2015   REUTERS/Christian Hartmann