Política monetária terá "viés conservador" por muito tempo, diz diretor do BC

sexta-feira, 21 de agosto de 2015 11:32 BRT
 

BELO HORIZONTE (Reuters) - O diretor de Política Econômica do Banco Central, Luiz Awazu Pereira da Silva, disse nesta sexta-feira que a política monetária terá um viés conservador por período prolongado e que é preciso "muita calma", "sangue frio", "paciência" e "perseverança" neste processo.

Awazu voltou a repetir o mantra atual do BC de que o objetivo é fazer com que a inflação volte para o centro da meta, de 4,5 por cento pelo IPCA, no final de 2016 e que, para isso, é necessária a manutenção do atual patamar da taxa básica de juros --de 14,25 por cento ao ano-- por período suficientemente prolongado. Mas que o BC permanecerá vigilante.

(Reportagem de Alonso Soto; Texto de Patrícia Duarte)