CORREÇÃO-Tractebel viabiliza eólica em leilão A-3 e prevê antecipar venda de energia

sexta-feira, 21 de agosto de 2015 16:57 BRT
 

(Corrige no 1º parágrafo o total comercializado para "46 MW", e não "21,46")

SÃO PAULO (Reuters) - A geradora de energia elétrica Tractebel comercializou 46 megawatts médios no leilão de energia A-3, realizado nesta sexta-feira, a um preço de 181,49 reais por megawatt-hora, e deverá investir 460 milhões de reais no empreendimento, segundo comunicado enviado à imprensa.

O presidente da companhia, Manoel Zaroni, disse em nota que a intenção é colocar a usina de Santa Mônica, no Ceará, em operação antes do início de entrega previsto no leilão, que é para janeiro de 2018.

"A energia gerada da entrada em operação, em junho de 2016, até 1º de janeiro de 2018, será comercializada no Ambiente de Comercialização Livre", explicou Zaroni.

Nesse ambiente de livre negociação de energia, empresas com grande demanda por eletricidade compram contratos diretamente de geradores ou de comercializadores.

O parque eólico da Tractebel, inclusive, já está em instalação desde 2014, segundo a empresa, e contará com um total de 97,2 megawatts em capacidade instalada.

Além desse empreendimento, a companhia possui 159,4 megawatts em parques eólicos já em operação no Ceará e no Piauí, além de 326,7 megawatts em construção na Bahia e 920 megawatts em projetos previstos para o Rio Grande do Norte.

O leilão de energia elétrica A-3 contratou nesta sexta-feira 669,5 megawatts em potência instalada, sendo dominado por usinas eólicas, que venderam a maior parte do total contratado, segundo informações da Câmara de Comercialização de Energia Elétrica (CCEE).

(Por Luciano Costa)