BC da Índia diz estar pronto para usar reservas internacionais em meio a queda do mercado

segunda-feira, 24 de agosto de 2015 07:44 BRT
 

MUMBAI (Reuters) - O presidente do banco central da Índia, Raghuram Rajan, disse estar pronto para usar reservas internacionais para limitar a volatilidade cambial, em um momento em que a turbulência nos mercados globais derrubou as bolsas em mais de 4 por cento e a rúpia à mínima desde o fim de 2013.

Ainda assim, falando em pronunciamento previamente agendado em conferência bancária nesta segunda-feira, Rajan acrescentou que a Índia está em uma boa posição, na comparação com outros países, para aguentar a atual volatilidade nos mercados globais, provocada por fortes quedas das ações chinesas.

Rajan disse que os problemas macroeconômicos da Índia estão "sob controle" e observou que o banco central permanece concentrado em ajudar o crescimento econômico ao reduzir a inflação.

Ele também reiterou que quaisquer cortes de juros seriam realizados em reação à inflação, e não a "apelos públicos". As declarações vêm após o ministro das Finanças da Índia, Arun Jatiley, aumentar a pressão sobre o banco central para relaxar mais a política monetária.