Participação de investidores externos da dívida brasileira é relevante, mas não crucial,diz técnico do Tesouro

segunda-feira, 24 de agosto de 2015 10:40 BRT
 

BRASÍLIA (Reuters) - A participação de investidores externos na dívida pública brasileira é relevante, mas não crucial na gestão dos passivos, disse nesta segunda-feira o coordenador-geral da Dívida Pública, José Franco, ao afirmar que a instabilidade no cenário externo não afeta a administração do endividamento do país.

Franco disse ainda que como não há necessidade de recursos para o financiamento da dívida externa brasileira, o Tesouro não precisa se apressar para lançar títulos no mercado internacional.

(Reportagem de Luciana Otoni)