Índice europeu de ações perde 450 bi de euros em valor de mercado após tombo da China

segunda-feira, 24 de agosto de 2015 14:19 BRT
 

(Reuters) - O principal índice europeu de ações despencou nesta segunda-feira após os mercados chineses desabarem, reduzindo em bilhões de euros seu valor de mercado e atingindo a mínima em sete meses.

O índice FTSEurofirst 300 fechou com queda de 5,44 por cento, a 1.349 pontos e perdeu cerca de 450 bilhões de euros (521,42 bilhões de dólares) em valor de mercado -- pior performance de fechamento desde novembro de 2008.

O índice chegou a cair 7,8 por cento durante a sessão, maior queda intradia desde outubro de 2008, pouco depois da falência do banco de investimentos norte-americano Lehman Brothers. O termômetro fechou acima das mínimas mas permaneceu em vias de marcar a pior queda mensal desde 2002. Seu valor de mercado diminuiu em mais de um trilhão de euros desde o início do mês.

As bolsas chinesas despencaram mais de 8 por cento nesta segunda-feira, em sua maior perda diária desde o início da crise financeira global em 2007, após Pequim não anunciar grandes medidas de estímulo no fim de semana, mesmo após tombo de 11 por cento na semana passada.

Em LONDRES, o índice Financial Times recuou 4,67 por cento, a 5.898 pontos.

Em FRANKFURT, o índice DAX caiu 4,70 por cento, a 96.648 pontos.

Em PARIS, o índice CAC-40 perdeu 5,35 por cento, a 4.383 pontos.

Em MILÃO, o índice Ftse/Mib teve desvalorização de 5,96 por cento, a 20.450 pontos.

Em MADRI, o índice Ibex-35 registrou baixa de 5,01 por cento, a 97.756 pontos.

Em LISBOA, o índice PSI20 desvalorizou-se 5,80 por cento, a 4.981 pontos.