Açúcar bruto atinge mínima de 7 anos seguindo perdas em commodities por China

segunda-feira, 24 de agosto de 2015 17:13 BRT
 

NOVA YORK/LONDRES, (Reuters) - Os contratos futuros do açúcar bruto mergulharam para uma mínima de sete anos e os do café arábica escorregaram 4 por cento para seu nível mais fraco em mais de um ano e meio na bolsa ICE, nesta segunda-feira, conforme as preocupações com a desaceleração econômica da China resultaram em perdas em vários mercados de commodities.

"Hoje houve um macro derretimento devido às ações que refletiu nas commodities", disse Nick Gentile, gerente parceiro da consultoria de negociações de commodities NickJen Capital, de Nova York.

O açúcar bruto para outubro encerrou em baixa de somente 0,5 por cento, a 10,39 centavos de dólar por libra-peso, após cair 3 por cento para uma mínima de sete anos de 10,13 centavos de dólar por libra-peso.

Os contratos futuros do açúcar branco caíram bem menos, com o contrato de outubro encerrando em baixa de 10 centavos de dólar, ou 0,03 por cento, a 333,60 dólares por tonelada, segurando-se logo acima da mínima de seis anos e meio, de 329 dólares, atingida na semana passada.

O café arábica para dezembro encerrou em baixa de 4,75 centavos de dólar, ou 3,8 por cento, a 1,217 dólar por libra-peso, após chegar a uma mínima de 1,21 dólar por libra peso, o menor valor para o segundo mês desde janeiro de 2014.

Já o café robusta para novembro teve queda de 15 dólares, ou 0,9 por cento, encerrando a 1.627 dólares por tonelada, após atingir uma mínima de três meses para o segundo mês de 1.610 dólares por tonelada.

(Por Marcy Nicholson e Nigel Hunt)