Vice do BCE minimiza queda das ações na China e diz que é cedo para agir

terça-feira, 25 de agosto de 2015 11:17 BRT
 

MANNHEIM (Reuters) - O vice-presidente do Banco Central Europeu, Vítor Constâncio, procurou minimizar nesta terça-feira a importância da queda dos mercados acionários chineses, dizendo que ainda é muito cedo para o BCE reagir.

Apontando para o tamanho do mercado de ações da China, que, segundo ele, não é tão grande, e também para uma correção da reação precipitada em mercados de outros países, Constâncio disse que é cedo demais para julgar a situação.

"É muito cedo para entender totalmente o que está acontecendo e isso está sendo corrigido agora em muitos mercados", disse ele a jornalistas nos bastidores de uma conferência.

"As indicações são de que o que nós temos da China é que a economia não está desacelerando tanto para justificar a debandada do mercado de ações."

(Por Francesco Canepa)