Índices acionários da Europa sobem 4% após China cortar juros

terça-feira, 25 de agosto de 2015 14:09 BRT
 

LONDRES (Reuters) - O principal índice europeu de ações fechou em alta de mais de 4 por cento nesta terça-feira, sua melhor performance desde o final de 2011, com o corte da taxa de juros na China impulsionando a recuperação após as caóticas 48 horas de vendas generalizadas.

O índice das principais ações europeias FTSEurofirst 300 chegou a subir 5,4 por cento, mas encerrou com alta de 4,24 por cento, a 1.406 pontos, enquanto o índice de blue chips da zona do euro Euro Stoxx 50 subiu 4,69 por cento, para 3.217 pontos.

Os papéis de mineradoras e de tecnologia foram as maiores beneficiadas após a China agir para apoiar a sua economia debilitada e seu mercado acionário naufragado, que influenciou negativamente os mercados do mundo todo.

Os problemas na China alimentaram temores de novas pressões deflacionárias ao redor do mundo. O Banco Central Europeu (BCE) está pronto para tomar novas medidas se as perspectivas de inflação mudarem substancialmente, disse o vice-presidente do BCE, Vitor Constancio.

A fabricante de chips alemã Infineon subiu 9,67 por cento, enquanto a mineradora Antofagasta fechou com alta de 8,72 por cento.

. Em LONDRES, o índice Financial Times avançou 3,09 por cento, a 6.081 pontos.

. Em FRANKFURT, o índice DAX subiu 4,97 por cento, a 10.128 pontos.

. Em PARIS, o índice CAC-40 ganhou 4,14 por cento, a 4.564 pontos.

. Em MILÃO, o índice Ftse/Mib teve valorização de 5,86 por cento, a 21.649 pontos.   Continuação...