Aérea do Cazaquistão fará leasing de jatos russos após avaliar aviões da Embraer

quarta-feira, 26 de agosto de 2015 09:19 BRT
 

ALMATY (Reuters) - A companhia aérea do Cazaquistão SCAT, que não é listada em bolsa, fará leasing de 15 aeronaves Sukhoi Superjet 100 (SSJ100) da russa State Transport Leasing Company (GTLK), após ter avaliado anteriormente os aviões 170 e 190 da brasileira Embraer e o CRJ1000, da canadense Bombardier, de classe semelhante.

A SCAT, companhia aérea regional com sede no sul do Cazaquistão e que faz voos fretados para o exterior, disse que optou pelo SSJ100 porque tanto os aviões da Embraer quanto o da Bombardier teriam sido afetados por tarifas alfandegárias adicionais, tornando o projeto mais caro, especialmente considerando a acentuada queda da moeda cazaque.

O acordo com a estatal GTLK, que fornece equipamentos para companhias aéreas russas e aeroportos, foi assinado na terça-feira, afirmaram as duas empresas sem revelar detalhes financeiros.

A Sukhoi fabrica o jato regional de 100 assentos em parceria com a Alenia Aermacchi, da Finmeccanica.

(Por Mariya Gordeyeva) e Dmitry Solovyov)

 
Sukhoi Superjet 100 russo com as cores da Aeroflot, na Inglaterra. 08/07/2012 REUTERS/Luke MacGregor