China investiga suspeitas de violação de regras sobre negociação de ações

quarta-feira, 26 de agosto de 2015 07:45 BRT
 

XANGAI (Reuters) - O órgão regulador dos mercados de capitais e a polícia da China estão mirando suspeitas de violação de regras para negociação de ações e uso de informações falsas, passo mais recente em uma leva de medidas para limpar os mercados em meio a oscilações intensas nas bolsas.

A polícia está investigando oito funcionários na maior corretora do país, a CITIC por suspeitas de negociações ilegais de ações, informou na terça-feira a Xinhua, agência de notícias oficial.

Em comunicado à bolsa de valores de Hong Kong nesta quarta-feira, a CITIC disse que não foi informada sobre uma investigação de seus funcionários e suas operações continuavam normalmente.

Um funcionário e um ex-funcionário da Comisssão de Regulação de Mercados de Capitais da China são suspeitos de negociações com informações privilegiadas e forjar documentos e selos oficiais, disse a agência.

Wang Xiaolu, jornalista na respeitada revista de negócios Caijing, é suspeito, junto com outros, de ter elaborado e disseminado informações falsas sobre ações e contratos futuros, segundo a agência.

A polícia intimou Wang na noite de terça-feira, disse a Caijing em comunicado nesta quarta-feira, mas não informou o motivo de sua detenção.

 
Investidora observa painel eletrônico com informações sobre ações em corretora em Xangai. 26/08/2015  REUTERS/China Daily