Monsanto desiste de tentativa de união com Syngenta

quarta-feira, 26 de agosto de 2015 13:00 BRT
 

(Reuters) - A norte-americana Monsanto desistiu nesta quarta-feira de esforços para comprar a rival suíça Syngenta, que recentemente rejeitou uma oferta melhorada de aquisição.

A Monsanto afirmou que ainda acredita no valor da combinação das duas empresas de defensivos agrícolas e sementes, mas vai se concentrar em desenvolver seus principais negócios e no cumprimento de metas de crescimento de longo prazo.

A companhia norte-americana confirmou que fez uma proposta revisada pela Syngenta em 18 de agosto, elevando a oferta anterior para 470 francos suíços ou cerca de 47 bilhões de dólares. A empresa também confirmou que tinha elevado uma oferta de multa de rompimento de negociações para 3 bilhões de dólares.

Mas a Monsanto afirmou em comunicado que a Syngenta preferiu rejeitar as ofertas melhoradas.

"Sem a base de um engajamento construtivo da Syngenta, a Monsanto vai continuar a se concentrar em suas oportunidades de crescimento com base em seus negócios principais atuais", afirmou a empresa em comunicado.

A Syngenta não comentou o assunto de imediato.

A Monsanto queria comprar a Syngenta principalmente para impulsionar seu portfólio de defensivos agrícolas, que agora se baseia principalmente em herbicidas glifosatos.

A companhia norte-americana é a maior companhia de sementes do mundo e é conhecida pelo desenvolvimento de produtos geneticamente modificados como milho, soja e canola. A Syngenta é a maior companhia agroquímica do mundo.

As ações da Syngenta caíram mais de 18 por cento após o anúncio, enquanto as da Monsanto saltaram mais de 7 por cento.