Volcafe reduz estimativa de safra de café do Brasil para 48,3 mi sacas

quarta-feira, 26 de agosto de 2015 14:30 BRT
 

NOVA YORK (Reuters) - A Volcafe, divisão suíça de commodities da trading ED&F Man, reduziu sua estimativa para a safra brasileira de café 2015/16 para 48,3 milhões de sacas de 60 quilos, queda de 3,6 milhões de sacas ante a projeção de maio, e advertiu que os estoques globais do arábica serão mínimos ao final do próximo ano.

A redução na previsão foi realizada após um levantamento pós-colheita no Brasil revelar grãos de café menores que o esperado, algo apontado anteriormente por vários agentes do mercado.

A projeção de safra do Brasil da Volcafe indica uma queda de 900 mil sacas na comparação com a temporada passada. A produção no maior produtor e exportador global de café será a menor desde 2011/12, devido a problemas climáticos, segundo números da influente trading.

O mercado tem estimativas para a safra do Brasil variando de 45 milhões a 51,8 milhões de sacas.

A produção de café arábica do país foi estimada em 32,6 milhões de sacas e a de robusta em 15,7 milhões de sacas, segundo relatório da Volcafe.

"Apesar dos bons tratos dos produtores, os impactos negativos da seca em 2014 e no início de 2015 resultaram em safras combinadas de 14/15 e 15/16 de 97,5 milhões de sacas, uma queda de 14 por cento ante as duas safras anteriores", disse a Volcafe.

A trading projeta agora a produção global de café em 149,6 milhões de sacas na temporada 2015/16, redução de 4,9 milhões na comparação com relatório anterior, devido a menores safras no Brasil, Indonésia e outros países. Mas a safra será maior que a registrada em 14/15, quando a colheita global somou 143,8 milhões de sacas.

ESTOQUES   Continuação...