Bolsas chinesas saltam após rali em Wall Street

quinta-feira, 27 de agosto de 2015 08:36 BRT
 

Por Pete Sweeney e Samuel Shen

HONG KONG/XANGAI (Reuters) - Os turbulentos mercados acionários da China fecharam com forte alta nesta quinta-feira, auxiliados pela forte recuperação em Wall Street diante de expectativas de que o Federal Reserve, banco central dos Estados Unidos, adie o aumento dos juros em reação à volatilidade provocada por preocupações com a segunda maior economia do mundo.

O índice CSI300, que abrange as maiores companhias listadas em Shenzhen e Xangai, subiu 5,95 por cento, a 3.205 pontos, e o índice de Xangai avançou 5,4 por cento, a 3.085 pontos.

As ações chinesas haviam recuado na quarta-feira, acumulando perdas de mais de 20 por cento em apenas cinco dias, ressaltando a fragilidade da confiança de investidores e as sérias dúvidas sobre se o afrouxamento monetário conduzido no dia anterior pelo Banco do Povo da China seria capaz de estabilizar a economia.

As preocupações sobre a desaceleração do crescimento chinês vêm aumentando durante todo o ano, com um fluxo constante de dados econômicos cada vez mais fracos. Na semana passada, pesquisa oficial do Índice de Gerente de Compras (PMI, na sigla em inglês) apontou que a atividade industrial encolheu neste mês no ritmo mais rápido em quase 6 anos e meio.

A inesperada desvalorização do iuan há duas semanas deu força às suspeitas de que Pequim está preocupada com os exportadores do país, que há décadas vêm encabeçando o crescimento econômico do país.

 
Investidor olhando monitor com cotações da bolsa de valores, em Xangai. 26/08/2015  REUTERS/Aly Song