Ucrânia alcança acordo com credores sobre dívida de US$18 bi, diz ministra

quinta-feira, 27 de agosto de 2015 08:04 BRT
 

KIEV (Reuters) - A ministra das Finanças da Ucrânia disse que o país alcançou um acordo de benefício mútuo para reestruturar sua dívida de 18 bilhões de dólares com um grupo de seus maiores credores, envolvendo uma redução de 20 por cento no montante principal devido.

O acordo encerra mais de cinco meses de negociações, às vezes amargas, com o objetivo de preencher uma lacuna de 15 bilhões de dólares nas finanças da Ucrânia, que sofre com os danos econômicos por conta dos conflitos no leste com separatistas pró-Rússia.

O acordo alcança todas as metas estabelecidas pelo programa de resgate do Fundo Monetário Internacional (FMI), disse a ministra das Finanças ucraniana, Natalia Yaresko, na noite de quarta-feira, em comentários embargados até esta quinta-feira.

"Todos estão bem neste acordo. É por isso que é colaborativo. Não é um lado vencedor, é uma situação em que ambos ganham. Agora estamos todos seguindo em frente sem colocar o valor dos títulos em riscos futuros", disse.

O acordo deve ajudar a manter a moeda nacional da Ucrânia, a hryvnia, estável e permitir um aumento dos gastos com defesa no leste, onde o país enfrenta uma rebelião dos separatistas pró-Rússia, bem como um maior apoio financeiro aos pobres.

(Reportagem de Alessandra Prentice e Natalia Zinets)

 
Ministra das Finanças da Ucrânia, Natalia Yaresko, concede entrevista coletiva em Kiev. 19/06/2015 REUTERS/Valentyn Ogirenko