Governo avalia volta da CPMF para ajudar a equilibrar contas públicas, dizem jornais

quinta-feira, 27 de agosto de 2015 08:44 BRT
 

(Reuters) - O governo federal avalia apresentar ao Congresso Nacional proposta para a recriação da CPMF, o chamado imposto do cheque, com o objetivo de ajudar a equilibrar as contas públicas do próximo ano, segundo reportagens publicadas em jornais nesta quinta-feira.

Em fase final de elaboração da proposta de Orçamento para 2016, que tem que ser enviada ao Congresso até a próxima segunda-feira, o governo ainda não conseguiu equacionar as contas de modo a garantir a meta de superávit primário do ano que vem.

O Ministério da Fazenda, comandado por Joaquim Levy, defende um corte maior de gastos, mas o Planejamento preferia que ele não fosse tão acentuado para não inviabilizar os programas do governo. No meio dos cálculos estão aumentos de impostos e com isso ganha força a recriação da CPMF, segundo os jornais.