Preços do petróleo sobem mais de 9% com operadores buscando cobrir posições

quinta-feira, 27 de agosto de 2015 14:08 BRT
 

NOVA YORK (Reuters) - Os preços do petróleo dispararam mais de 9 por cento nesta quinta-feira em uma das maiores altas diárias dos últimos anos, com uma recuperação no mercado de ações e notícias de uma menor oferta disparando uma onda de cobertura de posições vendidas por operadores baixistas.

Mercados acionários mundiais subiram com as ações chinesas se recuperando por expectativas de que medidas do governo para estimular a economia funcionem, embora o dólar tenha se fortalececido com a diminuição da aversão ao risco.

O rali também foi ajudado por notícias de uma interrupção nas exportações de petróleo da Shell na Nigéria.

O petróleo Brent subia 3,46 dólares, ou 8,02 por cento, a 46,6 dólares por barril subia 3,46 dólar, ou 8,02 por cento, a 46,6 dólares por barril, às 14:04 (horário de Brasília).

O contrato atingiu máxima de 46,86 dólares mais cedo na sessão, após atingir mínima desde março de 2009 de 42,23 na segunda-feira.

O petróleo dos Estados Unidos avançava 3,45 dólares, ou 8,94 por cento, a 42,05 dólares por barril avançava 3,45 dólar, ou 8,94 por cento, a 42,05 dólares por barril, às 14:04 (horário de Brasília).

O contrato norte-americano tocou máxima de 42,32 dólares mais cedo.

Muitos operadores ficaram vendidos no mercado recentemente, angariando um dos maiores volumes de contratos já vistos para o petróleo norte-americano, segundo dados regulatórios. Contudo, alguns buscavam cobrir essas posições nesta quinta-feira, elevando os preços.

(Por Barani Krishnan)