Preços do petróleo disparam 10% com operadores buscando cobrir posições

quinta-feira, 27 de agosto de 2015 16:12 BRT
 

NOVA YORK (Reuters) - O petróleo disparou em uma alta de 10 por cento nesta quinta-feira, marcando seu maior rali em um dia desde 2009, com a recuperação dos mercados de ações e notícias de diminuição da oferta de petróleo provocando uma onda de coberturas de posições vendidas por operadores baixistas.

Mercados acionários mundiais subiram com as ações chinesas se recuperando por expectativas de que medidas do governo para estimular a economia funcionem, embora o dólar tenha se fortalecido com a diminuição da aversão ao risco.

O rali também foi ajudado por notícias de uma interrupção nas exportações de petróleo da Shell na Nigéria e por dados privados indicando mais uma queda nos estoques de petróleo esta semana em Cushing, Oklahoma, disseram operadores.

Mais do que revertendo as perdas da última semana, o primeiro contrato do Brent fechou em alta de 4,42 dólares, para 47,56 dólares por barril, um ganho de 10,25 por cento.

O petróleo nos EUA teve alta de 3,96 dólares, ou 10,26 por cento, para 42,56 dólares por barril, mostrando sua maior percentagem de ganhos em um dia desde o início de 2009.

Muitos operadores ficaram vendidos no mercado recentemente, angariando um dos maiores volumes de contratos já vistos para o petróleo norte-americano, segundo dados regulatórios. Contudo, alguns buscavam cobrir essas posições nesta quinta-feira, elevando os preços.

(Por Barani Krishnan e Jonathan Leff)