Alíquota do IOF vai a 1,5% nas operações de crédito do BNDES e gerará R$3 bi, diz Receita

terça-feira, 1 de setembro de 2015 12:08 BRT
 

BRASÍLIA (Reuters) - A partir desta terça-feira, as operações de crédito do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) vão sofrer incidência de alíquota de 1,5 por cento do IOF, o que vai gerar receita extra para a União de 3 bilhões de reais em 12 meses, informou a coordenadora de tributos da Receita Federal, Cláudia Lúcia Pimentel.

A nova alíquota vai valer para o primeiro ano dos empréstimos. Até então, a alíquota estava zerada e a mudança faz parte dos aumentos de impostos anunciados pelo governo na véspera para tentar minimizar o cenário de déficit primário esperado para 2016.

(Reportagem de Luciana Otoni; Texto de Patrícia Duarte)